quinta-feira, 24 de março de 2016

A BESTEIRA APROFUNDANDO



Enquanto o ex-presidente Lula vai de HERODES à PILATOS nesse tribunal inquisitório e as planilhas da ODEBRECHT revelam uma longa lista de corruptos desde os tempos da Velha República, a gente vai aproveitando a Semana Santa para descansar os rolamentos de juízo, sem contudo esquecer o dote poético que Deus nos deu. O cartunista William Jeovah, da Paraíba, em charge inspiradíssima, disse que a Operação Lava-Jato chegará sem demora em D. João VI e dona Carlota Joaquina. Respondi-lhe em versos o seguinte:

REFLEXÕES DA QUINTA-FEIRA SANTA

Dom João não tinha queixo
E a Carlota era queixuda
Ele um devoto de Cristo
Ela devota do Buda
Também vão pagar o pato
Pois depois da Lava-Jato
Vão morar lá na PAPUDA.

Caro leitor, não se iluda,
Pois o buraco é profundo
Pedro Álvares Cabral
Velho chato e iracundo
Ao descobrir este chão
Disse à tripulação:
- Chegamos ao CU DO MUNDO!

E isso não foi mais fundo
Porque a devassa é pouca
Velhos tribunos de Roma
Que agora dormem de touca
Na delação premiada
Vão por na lista citada
DONA MARIA, A LOUCA.

A minha avó, que é mouca,
Me disse: - BESTA TU ÉS...
Do jeito que a coisa vai
Passando a mão pelos PÉS
Na ânsia de investigar
Essa porra vai chegar
No trono de RAMSÉS

Sem inverter os papéis
No meio da confusão
Eu disse: - Vovó querida
Essa investigação
Que mergulhou pela treva
Acaba pegando a EVA
E os ZOVOS DO VELHO ADÃO.



LAVA JATO X LAVA PÉS

Cansado de ser roubado
Explorado e extorquido
Tratado como um bandido
Sem jamais ter traficado
Ser um cidadão honrado
No meio desse revés
Sem andar em cabarés
Sendo um devoto, de fato
Eu cansei da LAVA-JATO

E espero o LAVA-PÉS.