sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

SERTÃO DE LUTO


No exato momento em que faço essa postagem, escuto a canção ADEUS JANUÁRIO, na voz inconfundível do grande JOÃO SILVA. Muito se falou na morte de Dominguinhos, ocorrida este ano. Esse cabra da peste é tão importante quanto ele dentro da constelação Gonzagueana. Sei que as homenagens serão poucas, mas o nosso blog faz justiça, publicando essa matéria extraída do Jornal do Commercio:
 
"O compositor João Leocádio da Silva, João Silva, 78 anos, pernambucano de Arcoverde, foi encontrado morto, no apartmento em que morava, no Conjunto Pernambucano, em Boa Viagem. A provável causa foi um infarto. Ele estava sozinho em casa. Sua companheira tinha viajado no dia anterior para Aracaju.
A cantora Walkiria, muito amiga do compositor, que mora em um prédio próximo, disse que estranhou porque há um dia não o via: “Do meu apartamento dava para ver ele em casa. E, quando saía para fazer caminhada ou ir ao supermercado, sempre estava encontrando com ele”, comentou a cantora, uma das primeira pessoas conhecidas a chegar ao apartamento de João Silva.
O compositor foi agraciado com o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco em 2012. Ele foi um dos principais fornecedores de músicas para Luiz Gonzaga, que tem mais de 100 obras suas gravadas, entre elas Tá danado de bom, Pagode russo e Deixa a tanga voar. Também gravararam músicas do forrozeiro Marinês, Trio Nordestino, Elba Ramlho, Ney Matogrosso, entre outros.
Ainda não há informações sobre o velório e enterro de João Silva. Seu corpo está sendo encaminhado ao Instituto Médico Legal, em Santo Amaro."